segunda-feira, 23 de março de 2009

Pré - Radiohead.


[Pra começar perdoem a demora, dormi na casa de uma amiga depois do show e só consegui voltar para casa e postar agora.]

Ontem aconteceu o Just a Fest. O festival surgiu do nada, ninguém esperava por ele. Mas apareceu em grande estilo: Radiohead, Kraftwrek e Los Hermanos.

Cheguei lá e estava tocando um DJ, ou sei lá... só sei que ele era extremamente esquizofrênico! Ele tocou algo parecido com Kenny G (nada contra mas, se você quer animar alguém num festival... não dá!), aí no outro intervalo teve reggae e até música árabe. DJ Mauricio Valadares, você não nasceu pra coisa, beijos.

O evento em si começou com o show inusitado dos Los Hermanos. O show era MUITO aguardado, pois depois de 2 anos sem fazer um show em São Paulo, estando em hiato e com esse show ainda não significando a volta da banda, eles estavam ali.
A maior parte dos ingressos aqui na capital foram vendidos exatamente por causa deles.
Logo na hora do show, lá pelas 18:30, o lugar já estava praticamente lotado. Eu, que resolvi ficar num ambiente mais agradável (respirável), escutava o coro lá na frente cantando e aplaudindo... e veja, eu estava tão longe que em algumas horas o som do público parecia uma gravação.
Eles começaram a apresentação com a consegrada "Todo carnaval tem seu fim", cantada a plenos pulmões pelo público.
A cada música o público vibrava, gritava, dançava... juro que me senti encabulada de não saber cantar todas as músicas.
A banda começou um pouco timida mas depois foi se soltando...
Amarante sorria, dançava e falava com o público... Camelo sorria, caminhava pelo palco, agradecia todo mundo.
Meu coração se encheu de emoção quando Amarante disse "Nossa, quanta gente." e quando Camelo disse "Vocês são lindos demais.".
Se no Rio ele pareciam apáticos, como muita gente disse, em São Paulo eles me pareceram muito felizes.
Nunca fui num show deles, mas me senti muito satisfeita com o que vi.
O set list foi muito bom, com direito a música que nunca tocaram ao vivo (a não ser no show do Rio, claro), só faltou Tenha Dó, quase chorei de tristeza.

Depois de um intervalinho de 20 minutos, vieram os tiozões do Kraftwerk. Os pais da música eletrônica fizeram um show pra fã nenhum botar defeito. Abriram mão de toda modernidade que teriam disponível hoje em dia e se mantiveram com o que lhes deu fama. Claro que eu, leiga que sou, vi um show de música eletrônica que até me fez dançar um pouco. Mas vi os fãs da banda indo a loucura, emocionados e dançando loucamente. Não sei se gosto muito da idéia deles ficarem imóveis no palco, me dá um pouco de nervoso... mas se é o estilo deles, né?! Pelo menos quando eles são substituídos por bonecos no palco, o bonequinhos dançam (só assim que notei que eles tinham sido trocados).
Cheio de brinks foram e voltaram do palco milhares de vezes, quando eu achaaaaaaaava que tinha acabado lá estavam eles de novo.
Eu não compraria um cd deles, mas como show achei bacana.

Aí depois de uma espera de cerca de uma hora...
Bom, essa história eu deixo pro Brancatelli, que ele merece a honra de contar.

4 comentários:

Douglas Funny disse...

Ah... nunca vi o Los Hermanos ao vivo, me sinto danations por isso.

Caroline disse...

Meu coração derreteu com a dancinha do Amarante! <3
E o show do Kraftwerk foi legal. Até aprendi alemão!
Mas realmente, a melhor parte de ontem vc deixou pro próximo post... tô ansiosa esperando o texto do Branca!
PS: essa casa da sua amiga não tem computador não?? Escreve de lá mesmo! hahahaha

blogisalosinggame disse...

esse dj foi horrível mesmo, foi o mesmo que tocou aqui! umas músicas nada a ver, tava quase dormindo antes do show começar!

e o show do los hermanos no just a fest ficou um pouquinho abaixo em comparação com outros shows que eu vi da banda, como o da gravação do dvd na fundição, por exemplo. Mas show deles sempre vale a pena, ainda mais quando eles ficam quase dois anos sem tocar né? E faltou quem sabe no set, um classico que ia empolgar a multidão com certeza!

kraftwerk achei a mesma coisa que vc, achei divertido, mas eles são meio paradões e isso me irritou tb auhauhauahua

beijos

Guilherme disse...

chorei com los hermanos, chorei mais com radiohead


aguardando o post do branca!