domingo, 22 de fevereiro de 2009

É o amor...

Não, não é um post sobre Zezé di Camargo e Luciano.

É um post sobre o amor... (oun!)
Acho que não existe uma banda entras as que escuto que não tenha pelo menos uma música que fale do assunto... Aliás, a maioria delas tem milhares de músicas que falam sobre isso.
E não é a toa... na minha opinião não existe sentimento mais inspirador... Nos bons e maus momentos, no começo ou no fim do amor,... parece que tudo fica aflorado e que você necessita externar aquilo... e músicos o fazem através das canções que no embalam.

Estar apaixonado ou de coração partido faz você criar uma ligação muito íntima com a música... seja pra lembrar do ser amado, pra chorar o pé na bunda, pra levantar a poeira e pensar que a pessoa nem te merece mesmo...
Amor e música tem uma relação muito direta e muito engraçada também... aquela música que você acha super brega, quando tá apaixonado se pega cantando no ouvindo de alguém... e aquela que, sempre que toca, você diz que é música de corno, quando toma um pé na bunda se encontra cantando de olho fechado e jogando os braços pro alto.
Um amigo disse uma vez "Percebi que eu tava na fossa quando me vi emocionado com uma música da Wanessa Camargo.". Ok, não precisamos ser tão extremos... mas é a mais pura verdade.
Uma frase numa música de pagode já me fez chorar. Já cantei a plenos pulmões uma música do CPM22 pro meu - na época - namorado. Já tive como música-tema uma canção do Calipso (ok, a última é mentira! hahahahaha).
Todos nós vimos pelo menos uma verdade nessas músicas, que pra nós na época fazia o maior sentido... e o que causou isso? O amor. Se o amor é cego na hora de escolher e julgar, na parte musical ele é completamente surdo.

Mas quer saber? A verdade é que como já diziam os gênios citados no post anterior:

"All you need is love..."

9 comentários:

Bonie disse...

"Percebi que eu tava na fossa quando me vi emocionado com uma música da Wanessa Camargo.".

MORRI.

hahahahahahahahahaha

Mas o pior é que é verdade, e eu já parei pra pensar nisso várias vezes... Não tem nenhuma banda que não fale de amor, por mais que seja de um jeito sarcástico, piadista ou engraçado. SEMPRE tá lá o bendito amor pra pentelhar.

Ah, o amor... hahahaha

Brancatelli disse...

O amor não é completamente surdo, não...
Eu lembro da namorada do guitarrista do Projeto Murphy que dormir sempre que a gente tocava alguma música... e enchia o saco dizendo que a banda era uma porcaria (não com essas palavras, mas algo assim).
Ela mesma dizia que era obrigada a escutar a gente tocando.

Mas de qualquer jeito, acho que se pãns até Ratos do Porão deve ter alguma musica sobre o amor.

Bjo nas crianças...

Douglas Funny disse...

Ah... tava esperando Zezé de Camargo e Luciano.

Então, papai (fã de "zezezinho") sempre me disse para apostar nas canções de amor, pq no fundo são as q, de certa forma, podem atingir qualquer ser humano.

Mas nada como Roupa Nova... sim, é muito foda.

Bjokas.

Guilherme disse...

Ja falei pra Renata isso: adorei esse tópico!

Acho que foi pq me lembrou uma parte da musica da Pitty, em algum momento que valeu a pena da minha vida: "Adoro essa sua cara de sono, e o timbre da sua voz..."

Ah...Amor é fogo que arde sem se ver, ja diria o filósofo...

Mar e Ana disse...

Que post lindo =]

Renatinho... disse...

Que post lindimais, mana *--*
Não consigo comentar outra coisa além disso, falou tudo!

BEIJAOOOS MANA
=**

"Love is all you need"

Mary West disse...

Teve um menino que foi p/ outra cidade e me deixou de lembrança a dor ao ouvir forró. Se antes eu debochava, agoura eu choro lembrando de Chupa que é de uva. Vergonha.

T A M Y disse...

Teu blog e bom ,mais tu nao atualiza mais isso aki?

kkkkkkkkkk

Felipe disse...

"En terra de cego, quem eh cego não faz mais q obrigação!" ahauhau
é issu aew o amor entra na fila dos deicientes facil eh cego surdo e as vezes dexa agent mudo XD pos senssacional meninah XD