domingo, 14 de setembro de 2008

Falta do que fazer.


Existe um mal que assola a humanidade atualmente... se chama "falta do que fazer".
Minha sábia mãe sempre disse que uma mente vazia era oficina do diabo,... o post a seguir só me provou que ela tem razão.
Antes de começar quero deixar claro que a falta do que fazer não é minha, já que na minha falta do que fazer eu durmo ou jogo coisas bobas na internet...!

Existe um britânico que deve ter uma tremeeeeeeeeeeenda falta do que fazer e resolveu escrever livros, o nome dele é Philip Norman. Ele já escreveu biografias do Buddy Holly, do Elton John... mas sua mais recente (e polêmica) obra é a de John Lennon... (espero que não ter que explicar pra vocês quem é esse né?!)

Philip afirma em seu livro que durante suas pesquisas sobre Lennon ele descobriu duas coisas: John tinha atração sexual pela sua mãe e que ele foi apaixonado por Paul McCartney.

É, minha gente... Tipo..."QUE?"

A biografia é não-autorizada, e nós entramos até nos méritos daquele saudoso post do Brancatelli (que você pode conferir aqui) sobre o direito que esse cara teria de revelar tais informações... e eu acho que Yoko e Paul devem tomar uma atitude quanto essa história toda, mas esse não é o caso do meu texto...

O que eu penso de tudo isso é que essa hitória é tão absurda... que capaz deles nem darem bola. Tipo assim, que tipo de pesquisa foi essa que ele conseguiu essas informações... e tipos que ele não é o primeiro a pesquisar a vida de John, história dos Beatles e tal... como é que o Sr. Philip foi o ÚNICO que descobriu isso?
Ele chegou pra algum amigo... liberou uma grana ou fez cara de cão que caiu da mudança e o cara disse "Ah, beleza...te confesso...ele queria dar uns beijos no Paul".
Vamos combinar que pra alguém saber isso, já que essa história nunca apareceu antes, tinha que ser MUITO amigo do cara... e se a pessoa é MUITO amiga da outra, ela não vai contar isso pra ser publicado!

É triste pensar um cara faz esse tipo de coisa para alavancar as vendas do seus livros, o mais triste é pensar que vai ter gente que vai comprar o livro dele só por causa disso. Gente que nunca deu bola pra carreira do cara, vai comprar... porque tem um bobão dizendo esses absurdos.

É meio decepcionante pensar que na nossa sociedade onde a polêmica e os defeitos vendem mais que as qualidades e conquistas.

5 comentários:

Douglas Funny disse...

as pessoas adoram falar mal dos outros, afinal levanta o próprio ego...

eu tbm posso ser fonte de "pesquisas" com uma graninha extra... realmente ele não tem mais o q fazer e poderia se especialziar em ficção e não em biografias...

abraço!!

Brancatelli disse...

Meio decepcionante?
Nããão... é muito mais que isso...
É totalmente decepcionante, frustrante, broxante...
Ver que a arte hoje é feita de polêmicas ao invés de qualidade é um banho de água fria para qualquer pessoa com o mínimo de talento, que sabe que não vai chegar a lugar nenhum se não se vender a um sistema que visa o sucesso a curto prazo por meio da baixaria.

E pior ainda é usar essa baixaria para vender uma biografia de um cara que já devia despertar o interesse de qualquer um sem precisar apelar para isso.

Mas é exatamente isso que o tal Philip Norman quer...
Polêmica, baixaria e sucesso a curto prazo.

Boa sorte pra ele.

Se o que ele está dizendo é verdade ou não, não cabe a nós a necessidade de saber...
Só espero que o público entenda que não é pq saiu impresso em um livro que qualquer informação pode ser considerada uma verdade absoluta.

matheuss disse...

as pessoas deviam cuidar mais da sua própria vida e ponto. :/

Mary West disse...

Tipow que é a maior das besteiras isso que le tá fazendo, super fácil bagunçar com quem naum pode se defender neah? Achu que ele teria uma longa vida no TV Fama, fofoca boua sempre será assim, sem pé nem cabeça.


PS: Sr.Brancatelli vai casar comigo a força agora. Gostar de Simon&Garfunkel é para poucos. :D

Mar e Ana disse...

Tem graça? tem graça mesmo uma coisa dessas!

Não comentei no outro pq já tinha comentado sobre ele com vc, tsá?

:*