segunda-feira, 9 de junho de 2008

Ritmo Quente



Você é daqueles que odeia carnaval porque só tem gente pelada e putaria? Você acha desfile um saco, porque demora horrores?

Você já tentou observar direito o Carnaval? Já se deu ao trabalho (se é que podemos chamar de trabalho) de ir ao sambódromo ver de perto um desfile?

Eu já. Eu posso dizer que não me arrependo nem por um minuto! Foi uma das coisas mais lindas que já vi.


A batucada entrou na minha vida quando entrei na faculdade, grande parcela dos meus amigos entrou para a bateria da faculdade e eu me divertia indo nos meus sábados pós-aula os ver ensaiar no vão do Masp... Eu já achava divertido ver aquela bateria tocar, não sei explicar o motivo... nunca me interessei por nada disso antes. Vieram os jogos universitários no segundo ano e eu me apaixonei pela bateria da faculdade de vez, o ritmo completamente contagiante e que botava todo mundo pra pular e se esgoelar torcendo pelos times (péssimos) da faculdade.

Alguns dos meus amigos viraram freqüentadores de escola de samba, mais especificamente da Mocidade (que é a escola que toca com a nossa bateria) e eu fui convencida a ir à quadra num determinado domingo.


Domingo que me mudou. Domingo que botou abaixo alguns dos meus preconceitos musicais. Domingo que meu coração bateu no ritmo da batucada.


Foi divertidíssimo, ouvir uma bateria de escola de samba tocando pertinho de você é uma das coisas mais emocionantes que já passei. Ver todas as pessoas da comunidade ali na quadra, pessoas que fazem daquela escola sua razão de viver. Um momento único pra mim. Só que eu não sabia que passaria por emoções maiores...

Veio o carnaval seguinte e meus amigos sambistas me convidaram pra ir assistir os desfiles ao vivo, sem pensar duas vezes, eu topei. Alguns fins de semana antes, eles me levaram num ensaio técnico e eu... “desfilei” pela escola! Foi tão maravilhoso passar por aquela avenida cantando o samba, ali pertinho da bateria... Uma emoção que eu tenho certeza que não agüentaria se fosse pra valer.. .se eu olhasse em volta e visse as arquibancadas lotadas...

Lá fui eu no dia dos desfiles oficiais, achando que ia dormir durante as escolas, porque tipo...quando é na tv... na segunda eu já capotei no sofá. Mas lá...Não dá! Impossível... Você fica atordoado por cada detalhe dos carros, pelas fantasias, embasbacado pelo mestre sala e pela porta-bandeira... Claro, existem escolas maravilhosas e outras nem tanto...mas isso é normal em qualquer coisa.

E quando a bateria passa por você, e mais que isso... Faz suas manobras mirabolantes...tocando aquele ritmo que faz seu coração disparar de emoção... é lindo. Você sente orgulho do carnaval...!


Se você está aí achando que carnaval é só bunda e peito, olhe bem... veja que o carnaval é uma festa linda, que sim...tem bunda e peito, mas também tem muito amor e suor daqueles que fazem daquilo sua paixão! Tem muito trabalho pra criar um desfile que dê orgulho aos participantes da escola, tem muito ensaio de bateria, tem muita técnica...

Dê uma chance pra batucada, você não vai se arrepender...!


E olha que isso é só uma opinião de uma garota que viu tudo de fora, que não sabe o que é amar uma escola e que não sabe nem tocar um tamborim! (acredite, eu tentei...)

7 comentários:

Renatinho... disse...

Aew mana da batucada xD Isso eu guardava pra mim mas eu já fui também e desfilei pela beija-flor, já fui no sambódramo só pra assistir também e é muito animador *-*
Em casa eu também já roncava na 1º escola que é a pior sempre mas lá ao vivo é impossível mesmo, o barulho e talz você não para um segundo, mó adrenalina...

E ir na quadra da escola de samba é muito r0x, é como se fosse pra uma boate/bar mas é muito mais divertido =P

BEIJAOO MANA, QUE R0X ESSE TEXTO, SEM PRECONCEITOS xD

matheuss disse...

eu gosto de carnaval *---*
isso tira um peso das minhas costas

unforecasted disse...

Que inveja da sua frequência de posts! :)


Como eu já disse antes: bora comer feijuca na quadra do Salgueiro, lá no Rio!

Vitinho disse...

Ah, que orgulho, Rê.

Bom saber que lhe proporcionamos emoções tão marcantes. O carnaval é isso aí mesmo...a mais democrática das festas é, injustamente, a maior vítima de preconceitos daqueles que assistem pela televisão e não conhecem nem 1% do que é o carnaval. Eu sou suspeito para falar. Com certeza, é a emoção cotidiana da minha vida...é o exemplo diário que eu tenho de respeito a costumes e tradições. Ninguém que não tenha pisado em um terreiro de escola de samba pode querer julgar. Simples assim né, Rê?

E acho bacana a sua iniciativa (e a do Branca uns dias atrás) de colocar em pauta o samba e o carnaval em discussão. Principalmente porque o blog é frequentado por um monte de pessoas que, normalmente, não têm contato com essa cultura.

Vitinho disse...

E a propósito:

Ritmo Quente é o nome da bateria da S.E.S. Imperador do Ipiranga...

Podia mudar o título do post para Ritmo Puro né? que é o nome da nossa batucada dirééééétamente do Limão...

Thiago Borges disse...

Amigão desculpe pelo sumiço, estou sem internet em casa e também ocupadão com coisas do trabalho e faculdade e só agora tive tempo de entrar por aqui. Já percebi que vou me divertir muito lendo e comentando todos os posts que perdi do two cold fingers.

Parece que o clima de folia ta grande por aqui ein? Hehe. Eu curto muito o ritmo quente do carnaval, é uma festa onde tudo pode acontecer, é tudo liberado hehe. Faz parte da nossa cultura, não tem jeito, mesmo o mais extremo head Banger tem samba no pé, isso ta no nosso sangue.

Mas tenho preferência pelo carnaval de rua e os blocos tradicionais de marchinha. Acho que é porque ta mais próximo do povão e não tem tanta burocracia para participar, tipo não precisa gastar fortunas em uma fantasia para se ter destaque. Na rua todo mundo é igual, seja rico ou pobre, todos se divertem do mesmo jeito.

Marchinha é como se fosse um carnaval underground saca? Muito bom, mas eu também gosto do carnaval de passarela, o lado artístico é emocionante mesmo. Tô gostando de ver, buscando música boa independente de gêneros , parabéns!!

Beju nas crianças hehe

Mar e Ana disse...

Mano, ir no ensaio da bateria é muito fuóda! Eu adorei tbm!!1 Foi emocionante³³²³¹²
e assim q der, tbm qro ir a um desfile, magina?


:***