segunda-feira, 29 de junho de 2009

Cuspindo No Prato.


Sei que não há mais muita coisa a ser dita...
Mas o mínimo que um blog sobre música pode fazer é dedicar alguns posts para o cara que literalmente mudou a música pop.
Aliás, o cara que literalmente CRIOU a música pop!!!

Michael Jackson foi o maior responsável por unir o rock e coisas como o soul e o funk. Unir uma música dominada por brancos e outra dominada por negros.
Mais que isso, Michael Jackson foi o responsável por unir o PÚBLICO branco e o PÚBLICO negro em um mesmo tipo musical!!
E assim criou-se a música pop!!

Não apenas a música pop, mas toda a cultura pop que conhecemos hoje.
Se hoje vemos um Justin Timberlake ou uma Britney Spears dançando exaustivamente em seus shows, é porque existiu um Michael Jackson.
Se hoje vemos todos os rappers ostentando a própria riqueza, é porque existiu um Michael Jackson.
Se hoje são os astros pops que criam as tendências de moda e comportamente, é porque existiu um Michael Jackson.
Se hoje nós vemos clipes musicais como uma forma de arte, é porque existiu um Michael Jackson.
Se hoje vemos negros na MTV (aliás, se hoje ainda EXISTE uma MTV), é porque existiu um Michael Jackson.

Ele não é apenas um cara excêntrico, ou um músico genial, ou um dançarino perfeccionista ou mesmo um artista completo.
Ele é simplesmente um dos artistas mais importantes e mais influentes de todos os tempos, não só na música, mas em diversos segmentos artísticos!
E espero que as gerações mais novas, que não viveram os anos 80 ou o início dos anos 90, saibam respeitar o legado que ele deixou, sem pensar nas polêmicas e sim na obra artística.

Triste pensar que, se tivemos tudo isso, é por causa de todo o abuso que Michael recebeu na infância, quando o pai - criador do grupo Jackson 5 - o espancava quando errava o passo de alguma música. Ou o humilhava e ofendia por ser quem ele era.
Triste que toda a mudança que Michael Jackson promoveu na música é responsabilidade direta do inferno que ele passou quando criança.
E, sabendo de tudo isso, será justo julga-lo por ser "extravagante"? Por não querer crescer e aproveitar a infância que nunca teve? Por se sentir tão mal no próprio corpo que preferiu se transformar em uma outra pessoa? Por preferir conviver com crianças ao invés dos adultos que sempre o fizeram tão mal? Podemos culpa-lo por ter uma doença de pele que a clareou, o obrigou a usar uma pesada maquiagem para esconder as manchas que surgiram e o afastou de suas origens?
Ele viveu uma vida que poucos de nós suportariam.

Nunca mais teremos um artista como Michael Jackson. Temos mais liberdade em escolher o que queremos ouvir, temos muito mais artistas espalhados, mais estilos musicais, uma mídia muito mais segmentada.
Ele foi único! E nós disperdiçamos tudo o que ele ainda podia ter sido por culpa de um preconceito bobo.

Nós julgamos Michael Jackson pelo que vimos sobre ele na mídia. Se saiu no jornal, ou num site qualquer da Internet, acaba virando verdade instantânea. Se alguém afirma que ele molestou sexualmente uma criança, não importa que todos os tribunais o julgaram inocente... ele sempre carregará o estigma de "pedófilo". A verdade não importa, a verdade é sem graça. É a polêmica que seduz!
Michael não destruiu a própria carreira. Pode pegar todos seus álbuns, TODOS eles têm músicas que se tornaram clássicos. Também não foi culpa de seus traumas de infância, ou seu estilo de vida exótico. Não, nada disso destruiu sua carreira.

Fomos NÓS que a destruimos.

Eu lembro quando ele veio fazer seu único show solo aqui no Brasil, pouco depois da primeira acusação de pedofilia. Um amigo meu fez uma piada maldosa, e eu só conseguia pensar "cara, como alguém pode falar mal de alguém como o Michael Jackson?".

Engraçado como isso acabou se tornando algo normal nos anos seguintes.

.

5 comentários:

Douglas Funny disse...

Maldita Mídia.

E ele foi inocentado de uma das acusações... uma das "vítimas" disse q tudo era mentira e q o pai o obrigou a falar aquilo.

Como alguém pode falar mal de MJ??

Renatinho disse...

Todos falando mal, virou tendência e normal julgá-lo pelo o que lemos nos jornais e internet até que apareceram gente querendo se aproveitar e tirar o dinheiro dele...
Enfim, ele é O cara e nada disso vai mudar, nunca vou esquecer das músicas e danças que do nada me pego fazendo xD

Caroline disse...

Nos últimos anos eu sentia por ele mais dó do que qq outra coisa. O q é mt triste se vc pensa no significado dele pra música... Nunca mais vai ter outro Michael Jackson! É tão triste!

Isadora disse...

Pois é. Eu assisti aquele Living with Michael Jackson e me pergunto se alguém que tenha assitido aquilo ainda tem coragem de encher a boca pra falar dessas acusações.
Triste. :/

Thiago "Ollie Queen" Silva disse...

Apesar de algumas declarações um tanto polêmicas que ele fez num documentário exibido por aqui na Band (e atualmente exibido de forma picada na Record) de que as crianças é que pediam para que durmissem na cama dele, entre outras declarações (que podem bem ter sido editadas ou alteradas de alguma forma), o fato é que ele, assim como Elvis Presley, Jimi Hendrix, kurt Cobain, Jim Morrison, foi um divisor de águas, um dos pilares da música (realmente, não dá pra imaginar o cenário musical sem sua influência).


Concordo contigo Branca. Espero que as gerações futuras saibam respeitar o legado de Michael, a despeito de toda a infamia e difamação que se seguiram.