domingo, 31 de julho de 2011

Adeus

Por Renatinha

Perder alguém não é fácil.
Eu já tinha perdido algumas pessoas, mas nunca as vi partir assim, na minha frente.

Não existe nada que apague essa sensação.

Estou aqui apenas para agradecer aquele que partiu por ter sido meu pai, meu amigo, meu porto seguro e até minha fonte de briguinhas sem sentido.

Quando eu já tinha aprendido a viver sem um pai, você apareceu na minha vida, dando mais significado para a frase de que pai é quem cria e não quem gera.

Eu não achei que fosse te perder tão cedo.

Agradeço ao destino, a Deus, o que seja, por ter permitido que eu tenha segurado sua mão nos seus últimos minutos aqui na Terra.

Passei minha vida me referindo a você como padrasto, mas só agora vejo como isso foi uma burrice. Você é e sempre será meu pai.

Obrigada por tudo.
Vou sentir sua falta.
Te amo.

.

5 comentários:

Brancatelli disse...

Lindo demais, Re.

Vitor Vieira disse...

A verdade é que algumas pessoas descobrem antes da gente o que vieram fazer na vida. E aí vão para o que vem depois.

Meus sentimentos contigo e com sua família, Rê.

Um brasileiro disse...

ola. tudo blz? estive por aqui dando uma olhada. interessante. apareça por la. abraços.

Douglas Funny disse...

...te amo querida!

Carlos "EJT" Vázquez disse...

Meu pai diz que vida eterna é quando as pessoas com quem você conviveu continuam lembrando e falando sobre você depois de haver partido, sem deixar de fazer parte da vida delas.
Pelo que você demonstra em seu post, seu pai foi um grande homem e vai continuar fazendo parte da sua vida pra sempre.

Precisando de alguem pra conversar, nossa mesa tem sempre uma cadeira pra vc no bar dos sabados!

Um abraço e meus sentimentos!